0

XP | Metodologia Ágil de Desenvolvimento de Software

Leonardo Oliveira
Leonardo Oliveira

Gostaria de compartilhar com vocês, de forma resumida, o que aprendi no curso sobre XP.


XP é o acrônimo para "eXtreme Programming". Essa metodologia surgiu em meados de Outubro de 1999 na Chrysler com Kent Beck. Alguns anos depois, Kent Beck e outros 16 developers assinaram o "Manifesto Ágil" para compartilhar, com a comunidade, as melhores práticas de desenvolvimento de software.


Saiba mais sobre o Manifesto Ágil clicando no link abaixo:

https://web.digitalinnovation.one/articles/manifesto-agil-o-que-e-para-que-serve


Boa parte das metodologias ágeis surgiram, há décadas, na indústria automobilística. Como exemplo, a XP na Chrysler e Scrum no sistema de produção Toyota.


Quando empregar a metodologia XP

  • XP é indicada para times de 2 a 10 devs, no máximo.


Metas da metodologia XP

  •  Organizar o time para produzir software, de alta qualidade, de uma forma simples e produtiva.
  •  Manter o foco no escopo.
  •  Reduzir os custos das mudanças por meio de ciclos mais curtos de desenvolvimento.
  •  Tornar clara a comunicação entre os devs, gerentes e clientes.
  •  Introduzir valores e princípios básicos no quadro da programação ágil.
  •  Derivar soluções que ditam como as atividades do projeto devem ocorrer.


Os 4 valores da metodologia XP

  •  Comunicação
  •  Simplicidade
  •  Feedback
  •  Coragem



Desses quatros valores, da metodologia XP, derivam aproximadamente uma dúzia de princípios que guiarão o novo estilo de desenvolvimento. São eles:

  • Feedback rápido
  • Simplicidade
  • Mudanças incrementais
  • Aceitação de mudanças no decorrer do projeto
  • Alta qualidade
  • Ensinar aprendendo
  • Investimento inicial baixo
  • Jogar para ganhar, e não "jogar para não perder"
  • Experimentação concreta
  • Comunicação honesta e franca, mas com respeito
  • Trabalhar a favor dos instintos do pessoal, e não contra eles
  • Aceitação de responsabilidades pelo time, e não imposição
  • Adaptação ao local
  • "Viajar com pouca bagagem"
  • Métricas reais


A metodologia XP é composta por 12 atividades básicas:

Jogo do planejamento

   - Determine brevemente o escopo da próxima versão do projeto, combinando prioridades de negócio e estimativas técnicas. Quando a realidade se opuser ao planejamento, atualize-o. Essa é a atividade principal.


Entregas frequentes

   - Coloque um sistema simples em produção, rapidamente, e depois libere novas versões em ciclos curtos (releases).


Metáfora

   -Guie o desenvolvimento como uma simples história, compartilhada por todos, sobre o funcionamento do sistema como um todo. Quando falar com o cliente, use palavras que ele entenda, e não termos técnicos.


Projeto simples

   - Remova todo código complexo assim que identifica-lo. Verifique se não há lógica duplicada. Escreva o menor número possível de classes e métodos. Não complique o que pode ser feito com simplicidade. Código simples é mais!


Testes

   - Comece a escrever código pelo TDD (Desenvolvimento orientado a testes). Escreva testes unitários que executem sem falhas para o progresso do desenvolvimento.


Refatoração

   - Remova duplicidade do código, melhore a comunicação, simplifique e acrescente flexibilidade.


Programação em pares (Pair Programming)

   - O código é escrito por dois devs em um pc. As vantagens disso, são:

      * ter todas as decisões tomadas por duas mentes

      * pelo menos dois devs estarão familiarizados com uma parte do sistema

      * menos chances dos testes serem perdidos

      * alternar entre as duplas aumenta, ainda mais, o compartilhamento do conhecimento

      * o código é revisado o tempo todo

      * enquanto um dev está focado nos detalhes, o outro está no conceito


Propriedade coletiva

   - Qualquer um pode modificar qualquer código a qualquer momento em qualquer lugar. Mas, para ter sucesso nessa atividade, ela precisa ser feita em conjunto com outras atividades, como por exemplo a "Programação em pares".


Integração contínua

   - Integrar e atualizar as versões do sistema várias vezes por dia a cada vez que uma tarefa for terminada.


Semana de 40 horas

   - Trabalhe no máximo 40 horas por semana. Nunca faça hora-extra por duas semanas seguidas.


Cliente presente

   - Inclua um cliente (ou representante) real no time. Ele precisa estar disponível o tempo todo para responder à perguntas sobre o seu projeto. Isso vai favorecer a Comunicação e o Feedback (valores da metodologia XP)


Padrôes de codificação

Os devs escreverão código respeitando as regras e convenções adotadas pela linguagem de progração adotada.


Como adotar a XP?

Comece pelas atividades "Jogo do Planejamento" e "Testes"


Ajustando a XP

Quando você percebe que o seu projeto está falido, adotar a metodologia XP não vai ser a salvação. É preciso ter coragem para assumir o erro e recomeçar o projeto do zero, porém empregando a metodologia ágil de desenvolvimento.


Ciclo de vida de um projeto XP ideal

   Exploração

   Planejamento

   Iterações para a primeira entrega

   Produção

   Manutenção

   Morte


Quando não usar a metodologia XP?

   - Não usar em times com mais de 10 devs

   - Não usar quando o cliente não tem confiança

   - Não usar quando as tecnologias não suportam as modificações, elegantemente


Conclusões

   - A metodologia XP é simples em seus detalhes, mas difícil de por em prática

   - A XP possui uma base sólida em Engenharia de Software onde testes, refatoração e feedbacks curtos garantem a qualidade do código

   - Permite que as empresas reduzam custos e tempo para a realização do projeto, com alta qualidade


Críticas construtivas e sugestões de melhorias, para esse artigo, são bem-vindas.

Deixe o seu linkedin para nos conectar-mos!

Valeu!

0
0

Comentários (2)

0
Leonardo Oliveira

Leonardo Oliveira

02/09/2021 13:14

Obrigado Vinicius Pereira!

1
Vinicius Pereira

Vinicius Pereira

02/09/2021 10:46

Gostei pra caramba dessa metódologia, eu li em um livro em que tinha uma metódologia parecida com essa, mas não explicada de forma detalhada.

Apaixonado por tecnologia e movido à desafios!

Brasil