2

Soft skills na carreira de TI

#Desperte o potencial
Rosemeire Deconti
Rosemeire Deconti


Estou em transição de carreira. Trabalho com TI desde 1.984. Comecei com programação Cobol e finalizei com Consultora SAP. E considero que estou em transição de carreira, pois, muitas foram as mudanças ocorridas nestes últimos 36 anos.


Analisando o fato das alterações ocorridas em termos de tecnologia comecei a pensar o que as empresas procuram para contratar os profissionais. Fiz uma breve pesquisa e me deparei com os termos “Soft Skill” e “Hard Skill”.


Eu nunca fui questionada sobre estes termos, porém, se o mundo mudou na tecnologia creio que seja interessante uma atualização. Desta forma compartilho com vocês o que obtive. Talvez alguém tenha a mesma dúvida.


Ao final deste documento estão os links de referência sobre o assunto que serviram de base para este texto.


Definições


Soft skills

  1. Habilidades que podemos chamar de subjetivas de acordo com o contexto e as necessidades.
  2. Elas estão relacionadas ao comportamento, personalidade, inteligência emocional e experiência.
  3.  Não são explicitadas no curriculum. Elas aparecem pela sua atitude, participação em projetos e trabalhados apresentados.


Hard skills

  1. Habilidades práticas que um profissional precisa ter para desenvolver o seu trabalho.
  2. São aprendidas em cursos e faculdades.
  3. Hard skills são apresentadas no curriculum explicitamente.


Soft skills mais procuradas em TI

 

Empatia: Significa saber se colocar no lugar do outro. A empatia é importante em vários momentos da carreira, seja para entender os motivos que levam um determinado colega a ter dificuldades no ambiente de trabalho, solucionar conflitos ou resolver um problema do cliente;


Positividade: Às vezes, é difícil acreditar em um projeto ou meta, mas pessoas positivas tendem a encontrar resoluções de problemas com sua força de vontade. Pessoas positivas são aquelas que conseguem inspirar os outros e mantê-los nos trilhos, mesmo que um resultado não possa ser visto no curto prazo;


Adaptabilidade: A facilidade de se adaptar faz do colaborador uma pessoa que trabalha melhor em equipe. Dentro de uma empresa, os funcionários mudam. De tempos em tempos são contratados novos membros e até líderes. Ser adaptável, nesse sentido, permite manter-se resiliente;


Gerenciamento do tempo: Quando o tempo é bem trabalhado, é possível fazer mais e gerar mais valor com a mesma quantidade de tempo;


Controle das emoções: De nada adianta ser um especialista se a pessoa não conseguir controlar as diferentes emoções que a afetam diariamente. Uma das grandes vantagens de quem sabe controlar as emoções é conseguir usar os momentos de estresse como gatilho para ser mais produtivo;


Foco: Quanto maior for seu poder de foco, mais rápido chegará aos seus objetivos – seja ele terminar uma sequência de tarefas ou subir de cargo. Atualmente, as empresas veem profissionais focados como aqueles com maior índice de desenvolvimento, e que, por consequência, também podem ajudá-las a crescer;


Resiliência: Você consegue reagir de forma positiva quando se vê em uma situação de pressão? Consegue superar adversidades sem ter reações explosivas? Se sim, você é uma pessoa resiliente. Profissionalmente, em meio a tantas cobranças, é importante não deixar de manter a calma. Isso dará a força necessária para dar continuidade a projetos de longo prazo implantados em qualquer empresa;


Multitarefa: Sabe o seu smartphone, que consegue rodar vários aplicativos ao mesmo tempo, sem que isso afete a experiência de uso? É assim que o empregado multitarefa funciona. Ele consegue se envolver em diferentes projetos e cuidar de todas as suas obrigações sem que isso impacte na qualidade delas. Pessoas que têm essa soft skill, conseguem gerar mais valor porque podem acumular funções e responsabilidades;


Facilidade de comunicação: ser um facilitador ao passar as informações, traduzir o cenário, verbalizar de forma compreensível e clara as questões relacionadas a tecnologia;

Senso de dono: tomar os projetos para si.


Referências

 

Conheça as soft skills que fazem diferença na carreira de tecnologia | Exame


DevSkiller top IT skills report 2021: Demand and hiring trends

4
63

Comentários (4)

1
Rodrigo Maia

Rodrigo Maia

25/03/2021 10:15

Parabéns Rosemeire!!! Cobol eterno! Lembro dos projetos para Bug do Milênio... Eu trabalhei no Unibanco aí em São Paulo em 2002 e 2003. Abraços!

0
Rosemeire Deconti

Rosemeire Deconti

25/03/2021 11:34

@Rodgrio Maia! Somos colegas de trabalho! "Coboleses" kkkkk .... sim ... Uma ferramenta que ainda atende a muitos processos. Mais uma alternativa nesta vasta área de TI. Bons estudos para você! Sigamos em constante atualização!

0
Rosemeire Deconti

Rosemeire Deconti

24/03/2021 17:43

Valeu Camila! Comecei a escrever ... a ler outros posts ... resumir posts legais que tenho encontrado e possa ajudar a nossa comunidade ... Bons estudos!

1
Camila Jesus

Camila Jesus

24/03/2021 17:38

Parabéns Rosemeire, simples e objetivo!

Apaixonada por tecnologia e informação. Na área desde 1.984 e sem previsão de parar.

Brasil