0

Seleção de candidato e Robô não combinam.

Jefferson Andrade
Jefferson Andrade

Olá, turma!

Mais uma vez, estou escrevendo por aqui, mas dessa vez, um artigo com tristeza no coração pelas pessoas que estão correndo atrás de emprego e se deparam com os "robôs" da seleção.

Já contei um pouco da minha história por aqui, mas não tinha contado a parte que já tinha preenchido milhares de testes desses "Rh's" da vida, muitas vezes, no mesmo dia, o primeiro, já deixa a mente cansada, e seu desempenho no próximo teste já iria cair muito, no terceiro, então?! só os cacos, e o quarto? e o quinto?

Quem precisa de emprego não procura uma vaga por dia, quem PRECISA de emprego passa o dia todo procurando, e se as vagas estiverem alocadas no "robô" é pra lá que iremos, independente de cansaço. Fiz milhares de entrevistas nesses "Rh's", TODAS foram respostas negativas, dizendo que seguiriam com outros candidatos, o detalhe é, a vaga estava aberta, em muitos deles, por mais de 03 meses, e o pior, qual seria meu feedback, onde eu poderia melhorar? onde errei? gente, eu não passava nem para trabalhar nos serviços gerais, meu perfil não combinava com a vaga(Não desmerecendo a profissão, me candidatei várias vezes, eu realmente precisava trabalhar, e se fosse contratado daria meu melhor todos os dias).

Mas aí vem um aprendizado em pouco tempo que tive trabalhando dentro da área de tecnologia, nós fazemos coisas para melhorar a vida de outras pessoas, facilitar e isso é exatamente o contrário, nós estamos contribuindo com a desinformação dos candidatos desse Brasil.

Por inúmeras vezes me pego pensando nos tempos atuais, existem milhões de desempregados, com certeza, tem alguém que acorda cedo, pega o celular ou qualquer outro meio de acesso ao linkedin para procurar vagas de emprego e preenche esses "testes" o dia todo, todos os dias, nunca recebendo seu feedback e sempre recebendo o seu "não foi dessa vez! vamos seguir com outros candidatos".

Vale a pena robotizar? Vale demais, crédito é uma coisa que precisa de milhares fatores para se conceder, acho correto, um início de um atendimento com um robô ajuda demais, você acaba levando as pessoas que possuem assuntos mais complexos para os atendedores e o robô acaba liquidando os não tão complexos assim... mas um processo tão humano como a contratação? Um processo que pode mudar toda uma estrutura da sua empresa se uma pessoa "errada" entrar? Vou fazer um resumão da minha experiência com o RH da minha empresa, entrei na everis há 3 meses, e o pessoal te trata de uma forma tão genuinamente humana que vocês não fazem noção, eles fazem tudo da melhor forma possível pra você se sentir em casa. Bem diferente das coisas mecanizadas que vemos por aí, hein?! Infelizmente, o processo de averiguação de candidatos de muitas empresas estão deixando de ser assim.

O robô, de fato, te trará economia de custos, você terá bem menos funcionários de Rh na sua equipe, seu processo será mais rápido...acaba aí. Talvez você tenha perdido a pessoa que mais se encaixa na sua empresa, por que ela já estava cansada e não foi bem no teste que seu "rh", produziu menos nas questões pelo simples fato dele ter feito cinco testes antes do seu, e aí, é um fato, robô não é um ser humano, ele não tá nem aí pro seu histórico de testes diário.

O olho no olho, o reconhecimento da gana do candidato em fazer parte da sua equipe não contam mais? E se você contratar um cara que aprendeu a responder da maneira que o robô queria e se encaixar em uma vaga que ele seria um desastre? Você perdeu milhares que se encaixariam muito mais entrevistando o pessoal por vídeo chamada, por exemplo.

O processo mais rápido, por muitas vezes tende a ser mais desastroso na área da contratação. Vontade de vencer, de crescer, de salvar a vida da sua família com aquela renda proporcionada pelo trabalho o robô, da maneira atual, JAMAIS será capaz de reconhecer, e seguirá nesse modo frio e genérico contratando pessoas de forma rápida, mas sem nenhum pingo de humanidade com os desclassificados.

O artigo de hoje foi muito mais um desabafo, hoje acordei e abri o linkedin, vi o desespero de uma moça que estava perguntando como responder os testes da melhor maneira possível, e o pior foi o consenso nos comentários, ninguém sabia. Alias, todas as pessoas dos comentários jamais haviam passado nos testes do robô, e garanto, eram muitas pessoas comentando. Tecnologia, ao meu ver, foi feita pra ajudar o ser humano, não criar um apartheid entre eles. Repense, por favor, onde é necessário a utilização de um robô.

0
0

Comentários (3)

0
Beatriz Alves

Beatriz Alves

30/08/2021 08:06

Olá,

Entendo sua indignação, mas é um caminho sem volta, existem sim robôs que possuem viés que nem sempre fazem sentido, ou geram algum tipo de discriminação,li uma matéria no El país sobre esse tipo de recrutamento mais automatizado e é cada vez mais comum isso acontecer.


Mas acredito que o mercado espera que o trabalhador se adeque ao perfil que a empresa busca.

O legal dessa área é que vc nem sempre precisa trabalhar diretamente para um empresa, com clt e tal.

Mas se caso esse seja seu real objetivo, acho legal buscar um grupo de apoio, existem profissionais que podem ajudar na organização do currículo e preparação para testes e tal.

Estudar a empresa e depois alinhar suas repostas com o que talvez ela esteja buscando talvez seja um caminho, porem, dentro do processo de recrutamento e seleção de uma vaga acontece muitas coisas, eu digo isso pq ja trabalhei com isso.

Seu momento vai chegar, confia.

0
Leonardo Gomes

Leonardo Gomes

29/08/2021 16:20

Olá.

Como toda pessoa que precisou trabalhar desde cedo, entendo sua revolta. Mas, por ter esse contato com a tecnologia, também entendo o lado do RH.

Acredito que os bots de recrutamento vieram pra ajudar, mas acabamos não entendo seu funcionamento, como candidatos. Vamos para um exemplo:

Uma empresa grande recebe centenas ou milhares de currículos por semana. Seria humanamente impossível uma equipe analisar cada um individualmente, com o mesmo cuidado, em tempo hábil. Da mesma forma, se temos um banco de dados com 5 mil linhas e dezenas de colunas, não percorremos toda a tabela linha a linha, procurando aquele dado que devemos entregar ao nosso cliente.

Como resolver esse problema? Um simples 'Select', passando para eles as palavras-chave daquilo que vc espera encontrar.

Esse é o ponto. Para ser visto pelo recrutador, você deve preparar o seu currículo ou teste de acordo com a vaga, sendo sempre sincero, inserindo nele as palavras-chave que o bot espera encontrar para um 'candidato ideal', e então, encaminhar seu currículo para um profissional humano.

Se procurar por Lucas Montano no Youtube vai ver que ele toca muito nesse assunto, que realmente faz uma diferença enorme nas nossas vidas.

Acredito que também parte de nós fazer nosso melhor, sempre, desde o currículo ate a entrevista.

1
Melissa Fernandes

Melissa Fernandes

29/08/2021 15:55

Quando a gente se depara com muita inteligência artificial, aprende que para passar nesses processos é necessário pensar como uma máquina e nunca ser sincero.

Jefferson Andrade, 20 e poucos anos, recifense, autônomo, Pai, 10° período de Direito (trancado), iniciando análise e desenvolvimento de sistemas ainda neste ano.

Brasil