0

PENSAMENTO FIXO NÃO SOBREVIVE NO MUNDO VUCA

Peterson Alves
Peterson Alves

VUCA - Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade, esse termo teve origem na década de 1990, quando os norte-americanos se preparavam para possíveis cenários de GUERRA.



Após o 11 de Setembro, isso passou a fazer parte do dia a dia não só das forças de segurança, mas de cada cidadão, pela incerteza e mudança de cenário que possa ocorrer a qualquer momento.



Zygmunt Bauman descreveu, em 1992, essa nova visão da vida como a "modernidade líquida". De acordo com a teoria, nós vivemos em uma sociedade em que nada é FIXO.



Pensando nesse contexto, se nada é FIXO, por que então muitos permanece "engessados", fixos em seus pensamentos, crenças, escolhas e opiniões? Sabemos que o mundo está em constante mudança, portanto temos que MUDAR juntos.



Sabiamente o mercado entendeu essa definição de VUCA e passou a utiliza-la para definir as constantes incertezas, volatilidades, complexidades e ambiguidades que atinge em cheio o mundo corporativo.



Não sejamos FIXOS, mas sim RESILIÊNTES, MUTÁVEIS, PRAGMÁTICOS, para não sermos esmagados por esse mundo VUCA.



As bases das estruturas foram abaladas, hoje ou você MUDA ou o mundo MUDA com você.

Tudo flui. Tudo está em movimento e nada dura para sempre.  Heráclito.

0
1

Comentários (2)

1
Mauricio Gebrim

Mauricio Gebrim

29/09/2021 04:22

Obrigado pelas dicas! Esse Zygmunt Bauman está em trends topics de citações em textos que tenho lido. E essa Ambiguidade da Vuca, do que se trata? Poderia ser fake news? Excesso de publicidade?


Esse tema como um todo daria para discutir muita coisa, como a dor existencial que muitos dos nossos colegas aqui na plataforma sentem em respeito ao desemprego, pois, estando desempregado, há a exclusão social, não poder consumir, pressões da sociedade. Não somente isso, pois quem também está empregado está sob ameaça de ficar obsoleto, decadência da saúde como um todo, sob ilusões, sob relações sociais coercitivas, submissão, coação, a constante vigilância invisível, negação da individualidade, privatização, terceirização, fim de certas profissões, perda gradativa de direitos, "sacrifícios" diários que fazemos que todos desprezam, decadência das instituições, etc.


Ou seja, tudo sobre o dilema da liberdade do mito da caverna do Platão nos trás: ou aceitar a "solidez" das instituições que nos rodeiam, inclusivo em respeito ao Estado, ou liquidez das inúmeras possibilidades.

1
Leandro Carvalho

Leandro Carvalho

29/09/2021 16:32

Incrível seu artigo, nunca tinha ouvido falar desse tema VUCA, vou até pesquisar mais sobre isso.

Natural de São Paulo, estudei sempre em escola pública, pai da Vitória.

Brasil