0

Montando um setup para aprender Python

#Python
Vinicius Souza
Vinicius Souza

Hoje vamos aprender a montar um setup de python para começar a desenvolver. Para isso, precisamos fazer algumas escolhas.


0 Não faça nada e use o repl.it ou o collab


Se você está começando mesmo, e nem sabe se quer aprender python, em vez de instalar e configurar um monte de coisas, pode utilizar duas ferramentas online muito boas:


Repl.it: disponibiliza um ambiente de desenvolvimento em inúmeras linguagens, tudo online, só precisa criar uma conta. Nele você pode experimentar à vontade diferentes linguagens até escolher a que você quer.


google.Colaboratory: um jupyter notebook online, desenvolvido e mantido pela google. Ele salva tudo o que você faz no seu drive, tem integração com o github e até as bibliotecas mais usadas em data science já vem instaladas. É só usar!


1 Escolha um interpretador

O python sofreu uma grande mudança quando passou da versão 2 para a 3, e muita coisa feita em uma versão não funciona na outra. Por isso, essa é sua 1ª escolha.

python2: se você tem que lidar com bibliotecas que dependam de python 2, ou se você faz manutenção em um código legado, não tem muito jeito vai ter que ir com o 2 mesmo. Mas nenhum destes problemas é coisa de iniciante.

python3: é a opção para a maioria dos devs, principalmente para quem está começando. Todas as atualizações e novidades são feitas para esta versão. E, desde 2020, o repositório de pacotes pip só permite que bibliotecas feitas nesta versão sejam disponibilizadas. 


2 Escolha uma implementação

O python é uma linguagem interpretada, e isso permite que se construam implementações para diversas necessidades. Você pode usar a que já vem com a instalação, mas pode ser que você precise mudar de acordo com o uso que vai fazer.

CPython: é a principal, que vem quando você instala o python na sua máquina, feito em linguagem C. Ele gera um bytecode que depois é interpretado pela máquina virtual.

PyPy: uma implementação feita em python e otimizada, chega a ser 5 vezes mais rápida. Ele usa um compilador just-in-time, mas mantendo a compatibilidade com o CPython.

Jython: para você rodar código python na Java Virtual Machine. Ele compila o código python em bytecode Java.

IronPython: roda python no .NET framework. Ele pode usar tanto bibliotecas python quanto bibliotecas .NET.


3 Instale o python

Windows

Você pode acessar o site e baixar o instalador, “next, next, done” e sair usando.

Linux

Já vem instalado, mas se você precisar usar uma versão específica é possível mudar. O debian tem tanto o python2 quanto o python3. O ubuntu vem apenas com python3.

ChromeOS

No modo desenvolvedor, roda a versão 2.7 e 3.x mais atual. Ambas já vem instaladas por padrão.

Anaconda

A melhor forma de começar, porque já vem com todo o ambiente pronto, e pode ser usado em qualquer sistema operacional. É só baixar o instalador no site.

Docker

Também é possível baixar a imagem docker, e usar apenas a linha de comando para aprender.


4 Escolha um Editor ou uma IDE 

O que nós queremos, no final das contas, é codar. E o python é compatível com todos os editores de texto e IDEs. A seguir as opções mais simples para começar

Vim

O vim é o editor de texto padrão do terminal. Depois que você aprende todos os seus atalhos, você passa a ser um dev muito produtivo. Ele vem pronto para uso no Linux e pode ser instalado no Windows. Possui infinitos plugins que melhoram a usabilidade.

Code

O VSCode é uma IDE de código aberto, cheia de extensões muito úteis. Desenvolvido pelo Microsoft, é uma das ferramentas mais populares entre os devs. 

PyCharm

Uma IDE pensada para o python, onde tudo flui muito bem. Também é uma das favoritas dos devs python, possui uma versão gratuita e uma paga.

Jupyter Notebook

Se você pensa em seguir carreira na ciência de dados, comece por aqui. Eu faço tudo no notebook, até mesmo desenvolver classes e funções e algumas aplicações de back-end.


5 Faça um hello world

Quando você estiver com tudo pronto, abra um terminal e digite:

$ python
>>>print(“Hello, world”)

Dê um enter e seja feliz!



Este artigo é parte do Desafio 21 dias da DIO. Saiba mais neste link: https://github.com/VagnerBellacosa/DIO_Bootcamps/blob/main/DesafioDIOArtigos.Md
1
45

Comentários (3)

0
Vinicius Souza

Vinicius Souza

26/06/2021 16:35

Obrigado pelo feedback Thiago. Troquei as cores e acho que ficou melhor.

1
W

Wagner Moreira

26/06/2021 12:04

muito bom o artigo, já programo em Python, no entanto verifiquei que tem algumas ferramentas que nunca usei. Pretendo usá-las para testar.

1
Thiago Souza

Thiago Souza

26/06/2021 11:07

Material excelente!


Um comentário de ajuste, não referente ao conteúdo do texto publicado.


Não sei como foi a experiência dos demais que puderam ler, mas eu tive muita dificuldade na leitura a menos que selecionasse o texto para dar ênfase, pois o preto das letras com o fundo cinza deixou tudo muito escuro.

None

Brasil