0

Mentoria criando um domínio utilizando POO - #decolatech

Rafael Barbosa
Rafael Barbosa

Opa pessoal, tudo bem?


Cumprindo o desafio que a Dri fez pra gente durante a mentoria de POO, esse é o primeiro artigo que eu escrevo aqui na plataforma e vida como um todo. E não poderia ser melhor a oportunidade para isso, pois a mentoria que a professora Carla nos deu, foi uma das melhores que eu tive na DIO até hoje.


Além de tratar de um tema fundamental e que deverá estar presente na vida de praticamente toda pessoa que deseja se tornar um dev, a didática da professora é simplesmente sensacional e me ajudou a entender alguns conceitos de POO que eu tinha dificuldade. Além de falar sobre domínio, um tema que eu tenho visto muito nos bootcamps de C# aqui da Dio.


Com o objetivo de ser uma mentoria mão na massa e nos ensinar os conceitos através da prática, a professora nos apresentou um projeto em que o contexto de desenvolvimento seria o funcionamento simplificado para abertura de uma conta bancária em uma agência. A partir daí ela nos explicou o seria criar uma aplicação utilizando a modelagem de domínio, onde a estrutura do projeto deverá focar no negócio para o qual estamos desenvolvendo a aplicação, no caso a criação e operação de contas bancárias. Cabe ressaltar que o desenvolvimento com base no domínio não é uma arquitetura de software, mas sim uma espécie de modelagem.


Seguindo com a aula nossa mentora começou as nos explicar os principais pilares de POO, que são:

·      Encapsulamento;

·      Herança;

·      Abstração; e

·      Polimorfismo.


Onde por encapsulamento foi explicado que partes do código pode ser restritas e só podem ser acessadas por dentro da própria classe onde estão presentes, como as propriedades private set que foram criadas, onde elas só poderiam ser “setadas” dentro da própria classe. Depois foi explicado o conceito de herança, onde uma classe pode herdar características de outra, sem que tudo precise ser programado novamente na classe nova, e como exemplo disso, criamos as classes Conta Corrente e Conta Poupança a partir da classe Conta Bancária. Depois aprendemos sobre Abstração, onde vimos que podemos acrescentar novas características além das herdadas da classe mãe. O por fim vimos o conceito de polimorfismo onde podemos modificar os métodos da classe mãe para melhor se adequar as necessidades da classe filha, como quando mudamos as regras do método sacar para conta corrente.


Como podem ver eu gostei muito da mentoria, e aconselho quem ainda não viu, dar uma olhada. Porém, eu ainda não conheço muito do assunto, então consultei alguns sites (os que professora indicou e mais alguns) pra entender melhor (vou colocar os links abaixo).


Se por acaso eu me confundi com algum conceito, podem me ajudar pra eu aprender mais. Valeu pessoal.


Fontes:

https://balta.io/blog/orientacao-a-objetos

https://docs.microsoft.com/pt-br/dotnet/csharp/fundamentals/tutorials/classes

https://docs.microsoft.com/pt-br/dotnet/csharp/fundamentals/tutorials/oop

https://docs.microsoft.com/pt-br/dotnet/csharp/fundamentals/tutorials/inheritance

https://docs.microsoft.com/pt-br/dotnet/architecture/microservices/microservice-ddd-cqrs-patterns/ddd-oriented-microservice

https://alexalvess.medium.com/criando-uma-api-em-net-core-baseado-na-arquitetura-ddd-2c6a409c686

http://www.macoratti.net/20/07/aspnc_ucddd1.htm

0
0

Comentários (2)

0
Rafael Barbosa

Rafael Barbosa

13/09/2021 23:44

Obrigado Thiago.

0
Thiago Gonçalves

Thiago Gonçalves

13/09/2021 19:48

Parabéns Rafael, excelente artigo você abordou bem o que foi dado nessa Mentoria.

Software Developer Jr

Brasil