0

Mas eu nunca vou usar isso" ... Será?!

César Entringer
César Entringer

Você já deve ter perguntado, mas afinal de contas, quando é que vou usar isso na minha vida?


Muito provavelmente naquela aula de matemática do ensino médio, onde uma chuva de fórmulas é lançada na gente, letras, números, exponenciação, símbolos e o que mais fugir da nossa capacidade de raciocínio. As vezes nos indagamos em que momento da vida aquilo será útil e prático para ser usado, quando usarei a fórmula de bhaskara no meu trabalho?!

Já deixo um spoiler pra você, tem coisas que realmente nunca serão aplicadas no dia a dia, porém existe uma gama de fórmulas e leis que mesmo que não sejam colocadas em prática na sua essência, elas são úteis para gerar outro tipo de resultado.


Consigo apontar 3 aspectos positivos:



1 – Capacidade Cognitiva


Pensemos em como nosso cérebro trabalha e em como nossa massa cinzenta tende a aumentar cada vez que aprendemos ou fazemos algo novo. Muito se fala, por exemplo, de fazer o caminho casa-trabalho de diversas maneiras, alternando os caminhos, horários e meios de locomoção.


Essa mudança pode gerar novas interações no cérebro e aumentar a capacidade cognitiva na medida em que é feita. Sugiro esse site para conhecer um pouco mais.



2 – Análise de dados


Uma grande dúvida que temos no ensino fundamental é quando nos é ensinado os gráficos. Como um punhado de números, informações, dados, pode gerar um traçado que represente aquele conjunto.


Sempre iremos analisar dados ao longo da vida, desde verificar os índices de chuva na cidade até interpretar tabela de dados epidemiológicos de uma pandemia. Minha dica é que você passe a analisar os mais diversos dados que tiver, pense em como eles se relacionam, se tendem a aumentar quando outro diminui, se são correlacionados, etc.



3 – Criatividade associativa


Acho que todos já viveram a fase de ter que criar uma questão para o colega de classe responder. Como você fez para poder criar? Buscou no livro e mudou os valores? Consultou o professor? Fez da sua própria cabeça? Muito provavelmente você usou sua criatividade associativa, pegou um pouco de várias situações que já vivenciou e usou a seu favor.

A variedade de incógnitas e cálculos da matemática básica ajuda a criar diversas associações que resultam em algo útil e criativo para a sociedade.





Então por fim, antes de se perguntar quando você irá aplicar aquela fórmula, pense em como a aplicação dela pode ser transferida para outro problema, como aquele caminho de resolução pode ser usado para solucionar problemas diversos do dia a dia.


Sugestão:

Livro: O poder do pensamento matemático: a ciência de como não estar errado – Autor: Jordan Ellenberg

Filme: O Jogo da Imitação (Morten Tyldum, 2015)


Se você gostou do conteúdo e deseja apoiar não deixe de curtir o artigo!

Para me conhecer melhor confira meu LinkedIn.

0
0

Comentários (0)

Engenheiro curioso, trabalho em equipe é tudo!

Brasil