5

Linux - A Introdução ao Sistema Operacional - (Material Curso Dio)

#Linux
Anderson Froes
Anderson Froes
Professor: Bruno de Campos Dias
Bruno de Campos Dias


Link para Download do Artigo:
https://drive.google.com/file/d/1M_NcYg55fWqyF4EeeCabmTfiOn56Wxc6/view?usp=sharing


Capitulo 1 - Introdução ao Linux e Configuração Inicial
Instalação e configuração

VMWare Workstation Player 15 
https://www.vmware.com/go/getplayer-win

Ubuntu 20.04 LTS
https://ubuntu.com/download/desktop/thank-you?version=20.04.2.0&architecture=amd64
Escolher 40GB de espaço para a maquina virtual

Forma de uso
Primeiro rode o VMWare e depois emule o Ubuntu.

Configuração do Sistema Operacional
Instalar pacote de idiomas para usar teclado português
Trocar fuso horário.
Fazer configurações básicas de sistema

Outra Forma de Baixar o Ubuntu, caso o Link acima não Funcione
entrar no endereço: ubuntu.com
clicar na aba "downloads"
clicar no link "ubuntu desktop"
clicar em "download" da versão mais recente

Capitulo 2 - Conhecendo o Terminal Linux e seus Atalhos
Conhecendo o terminal e primeiros comandos

Comandos do Terminal
- Acessando o Terminal = CTRL +ALT + T
- Menu Atividades no canto superior esquerdo = Atalho para abrir programas
- Para rodar comandos como administrator (user "root") use sudo
- Pasta pessoal do usuário é identificada como ~$
- Para informar o caminho do local onde estamos logado = pwd
- Para listar os arquivos e pastas desse local = dir (Win) / ls (Linux)
- Para listar os arquivos de uma pasta = ls (nome da pasta)
- Para listar pastas e arquivos com detalhes = ls -l
- Para listar todos as pastas e arquivos da pasta pessoal = ls ~
- Comando para abrir o manual de um programa = man ls
- Comando para abrir arquivo de ajuda em português = ls -- help
- Comando para voltar para diretório pessoal = cd ~
- Para entrar em uma pasta = cd (nome da pasta)
- Para voltar uma pasta/caminho = cd ..
- Para sair do diretório pessoal para o diretório raiz = cd /
- Para criar uma pasta = mkdir (nome da pasta)
- Para remover uma pasta = rmdir (nome da pasta)
- Para remover arquivos = rm (nome do arquivo)
- Pasta raiz é identificada como /$
- Para sair do manual = h (ajuda) q (sair)
- Comando para exibir histórico do terminal = history
- Comando para executar o ultimo comando usado = !!
- Comando para mover ou renomear um arquivo = mv
- Renomear a pasta = mv (nome pasta) (nome nova pasta)
- Mover a pastar = mv (nome pasta) ~
- Criar um arquivo vazio = touch (nome pasta).txt
- Renomear um arquivo = mv (nome arquivo).txt (novo nome).txt
- Copiar arquivo = cp (nome arquivo).txt /home/anderson (diretório)
- Para completar uma palavra basta aperta a tecla TAB
- Para limpar a tela do terminal = clear

Atalhos do Terminal
- CTRL + C = Cancela o comando atual em funcionamento
- CTRL + Z = Pausa o comando atual, em primeiro plano ou segundo plano
- CTRL + D = Fazer o logout da sessão atual
- CTRL + W = Apaga uma palavra na linha atual
- CTRL + U = Apaga a linha inteira
- CTRL + R = Busca um comando recente
- !! = Repete o último comando
- Exit = Sai do terminal

Capitulo 3 - Comandos para Manipulação de Arquivos, Textos e Redirecionamento
Lidando com arquivos .txt
Editor de texto do linux - nano
Para abrir esse programa basta digitar no terminal = nano (nome do arquivo.txt)
- CTRL + G = Arquivo de Ajuda do nano
- CTRL + X = Fechar o programa nano
- CTRL + O = Gravar no disco o arquivo (salvar arquivo)
- CTRL + J = Justificar o texto
- ALT + U = Desfazer uma ação
- ALT + E = Refazer uma ação
- ALT+ A = Marcando o texto
- ALT + 6 = Copiar texto selecionado
- CTRL +U = Colar um texto
- CTRL + T = Fazer a verificação da ortografia do texto
- CTRL + \ = Substituir alguma palavra do texto

- Para visualizar um arquivo de txt sem abrir o mesmo, podemos digitar o comando = cat (nome do arquivo.txt)
- Para visualizar o arquivo de txt, porém com as linhas invertidas, podemos usar o comando = tac (nome do arquivo.txt)
- Para visualizar apenas as 10 primeiras linhas de um arquivo txt = head (nome do arquivo.txt)
- Para visualizar apenas as 10 ultimas linhas de um arquivo txt = tail (nome do arquivo.txt)

Propriedades do arquivo .txt e comandos de datas
- Comando para adicionar uma informação dentro de um novo arquivo = tail (nome do arquivo.txt) > (nome do arquivo.txt)
- (>) esse comando cria uma informação dentro do arquivo.
- Comando para adicionar uma informação dentro de um arquivo já existente = date >> (nome do arquivo.txt)
- (>>) esse comando adiciona uma informação dentro do arquivo.
Podemos fazer esse comando com o head também

- Comando para mostrar calendário do mês corrente = cal
- Comando para mostrar data atual = date
- Comando grep = busca uma palavra dentro do texto
- tail (nome do arquivo.txt) | grep linux (esse comando vai fazer com que procuremos a palavra linux nas 10 ultimas linha do arquivo.txt

Comando de paginação de textos e criação de pastas
Para facilitar a leitura de um arquivo muito grande podemos usar o comando = more ou less ( cat (nome do arquivo.txt) | more (Para parar de exibir bastar apertar CTRL + Z
- Comando | = Envia a saída de um comando para entrada de outro comando permitindo a execução de dois comandos.
- Comando & = Este operador permite usar dois comandos e separar suas saídas no terminal
- Comando && = Usado para que dois comandos só sejam executados se o primeiro for executado com sucesso.
- Comando whatis = Usado para informar o que faz cada comando. ( whatis ls) (whatis find)

Capitulo 4 - Diretórios do Linux e Comandos de Sistema
Apresentação dos comandos de diretórios do linux
Diretórios importantes
/bin/ - Binários principais dos usiarios
/boot/ - Arquivos do sistema de Boot
/dev/ - Arquivos de dispositivos
/etc/ - Arquivos de configurações do sistema
/home/ - Diretório dos usuários comuns do sistema
/lib/ - Bibliotecas essenciais do sistema e dos módulos do kernel
/media/ - Diretório de montagem e dispositivos
/mnt/ - Diretório de montagem de dispostivos - mesmo que media
/opt/ - Instalação de programas não oficiais da distribuição por conta do usuário
/sbin/ - Armazena arquivos executáveis que representam comandos administrativos
/srv/ - Diretório para dados de serviços fornecidos pelo sistema
/tmp/ - Diretório para arquivos temporários
/usr/ - Segunda hierarquia do sistema, onde ficam os usuários comuns do sistema e programas.
/var/ - Diretório com arquivos variaveis gerados pleos programas do sistema
/root/ - Diretório do usuário root
/proc/ - Diretório virtual controlado pelo Kernel

Praticando no terminal os comandos de diretórios e sistema
cat /proc/cpuinfo = Ver informações do processamento
cat /proc/meminfo = Ver informações sobre memoria
lspci = Ver informações sobre placas conectadas no computador
lsusb = Ver informações de dispositivos usb
arch = Ver a arquitetura do sistema que você está usando
uname = Ver o nome do Kernel
uname -r = Ver a versão do Kernel
uname -m = Ver a arquitetura do Kernel
free = Mostra saída de memoria física e memória swape
du -h ~ = Ver todo o diretório pessoal e quando ele usa de espaço de hd
cat /etc/passwd = Ver todos os usuários do sistema
reboot = Reiniciar o sistema
shutdown -h now = Desligar o sistema
shutdown -r = Reiniciar o sistema
lscpu = Ver todas as informações sobre o CPU
lshw = Ver uma lista de todos os hardwares que o sistema encontrar
lshw -short = mostrar o caminho de hardwares

Capitulo 5 - Fundamentos de Rede e Comandos de Rede
O que são Redes, Protocolos e Interfaces de Rede

O que é Rede ?
Rede é um conjunto de equipamentos interligados de maneira a trocarem informações e compartilham recursos.

Rede Wan
Wide Area Network ou World Area Network é uma rede geograficamente distribuída

Rede Man
Metropolitan Area Network é uma rede metropolitana que interligam várias redes locais

Rede Lan
Local Area Network é uma rede local de uma forma geral em um único prédio ou campus

Protocolos
Protocolo é a "linguagem" usada pelos dispositivos de uma rede de modo que eles consigam se entender. Existem vários protocolos

Protocolo IP
Protocolo de Internet - Endereço IP - Número que identificam seu computador em uma rede

Protocolo ICMP (Internet Control Message Protocol)
Tem por objetivo prover mensagens de controle na comunicação entre nós

DNS (Domain Name Server)
Esse protocolo de aplicação tem por função identificar endereços IPs e manter uma tabela com os endereços dos caminhos de algumas redes

Interface de Rede
Interface de rede é um software e/ou hardware que faz a comunicação em uma rede de computadores.
As Interfaces de rede no linux estão localizadas no diretório /dev e a maioria é criada dinamicamente pelos softwares quando são requisitadas.

Interface de Rede (Loopback)
A interface loopback é um tipo especial de interface que permite fazer conexões com você mesmo, com ela, você pode testar vários programas de rede sem interferir em sua rede. O endereço padrão para o loopback é IP 127.0.0.1

Comando ifconfig
Comando para saber IP da maquina = ifconfig
Comando para instalar o ifconfig = sudo apt install net-tools

Comandos Hostname e ping
Comando para saber informações sobre o host da rede = hostname
hostname = Nome do computador na rede
hostname -I = Número de endereço IP
hostname -i = Número de endereço loopback
w = Mostra informações completas do usuário
who = Mostra informações curtas do usuário: Nome, data e horário de como estamos logado
whoami = Mostra o nome do usuário logado
whois = Mostra informações completas sobre um site ( whois www.pudim.com.br )
ping = Verifica se o host está ativo ( ping www.google.com.br ) (CTRL + Z para parar de pingar)
diq = Mostra informações sobre DNS ( diq www.google.com )
dig +short = Mostra somente o endereço DNS (dig www.google.com +short)

Comandos Traceroute e finger
Comando para traçar a rota da nossa rede local até um determinado host
Comando para instalar o traceroute = sudo apt install traceroute
traceroute = Traça a rota de um host até outro host ( traceroute www.google.com )
Comando que mostra toda a informação do usuário que esta logado em nosso host
Comando para instalar o finger = sudo apt install finger
finger = Mostrar todos os usuários logados e informações, como nome, e tempo logado.

Capitulo 6 - Fuçando no Linux com comandos diversos
Comandos history, alias e outras interações com arquivos .txt
Aumentar letra do Terminal = Menu Opções / Preferências / Criar Perfil / Mudar font e Tamanho
history -c = Apagar histórico de comandos utilizados no Terminal
alias = Dá um nome para outro comando (alias hh='history')
nl = Conta o número de linhas de um arquivo: nl (nome do arquivo.txt)
wc -l = Também conta o número de linhas, porém conta as linhas em branco: wc -l ( nome do arquivo.txt )
wc -w = Conta o número de palavras dentro de um arquivo txt: wc -w (nome do arquivo.txt)
wc -c = Conta o número de bits do arquivo: wc -c (nome do arquivo)
wc -m = Conta o número de caracteres: wc -m (nome do arquivo)
ls -a = Mostra os arquivos e diretório ocultos (serão mostrados com um ponto antes: .local)
ls -F = Mostra os diretórios com o / no fim
cmp = Comparar dois arquivos txt: cmp (nome do arquivo) (nome do arquivo)
diff = Gera outra diferença entre arquivos txt: diff (nome do arquivo) (nome do arquivo)
sort -n = Organiza a saída do arquivo em ordem numérica
sort = Organiza a saída do arquivo em ordem alfabética
whereis = Exibe o caminho do programa e seu manual
which = Exibe o caminho de programa
logout = Finaliza uma Sessão

Comandos last reboot, route, time, cowsay e cmatrix
last reboot = Comando para mostrar todas as informações sobre a reinicialização do sistema
route -n = Mostra todas as tabelas de roteamento e ip do Kernel
time = Mostra o tempo de um processo leva para ser processado (time traceroute www.google.com)
uptime = Mostra o tempo que o sistema está rodando
Comando cowsay = Para instalar = sudo apt install cowsay
Desenho Vaquinha
cowsay "Linux é Bom" = Mostra uma vaquinha com a frase
cowsay -d "Linux" = Mostra uma vaquinha com a frase com outro rostinho
cowsay -g "Linux" = Mostra uma vaquinha com a frase com outro rostinho
cowsay -f = Mostra vários outros bichinhos
Comando cmatrix = Para instalar = sudo apt install cmatrix
Imita Efeito Filme Matrix
Comando xcowsay = Para instalar = sudo apt install xcowsay
Desenho Vaquinha 3D

Comandos para desligar o sistema operacional
init 0 = Desliga a maquina de imediato
telinit 0 = Desliga a maquina de imediato
halt = Desliga a maquina, mas pede uma autenticação
seq = Imprimi uma sequência de números: (seq 1 10)

Capitulo 7 - Controle de Usuários, Grupos e Permissões
Como Adicionar Usuários
adduser = Comando para adicionar um usuário = adduser (nome do usuário) Comando usado como administrador = sudo adduser (nome do usuário)

Como Trocar de Usuário e Alterar sua Senha
su = Comando para trocar de usuário = su (nome do usuário)
sudo su = Comando para trocar para o usuário root
passwd = Comando para trocar senha do usuário = passwd (nome do usuário)

Como Exibir Informações de Login e Remover um Usuário
lastlog = Comando para exibir informações de todos usuários do sistema
last = Comando para exibir uma listagem de entrada e saída dos usuários do sistema
logname = Comando para exibir o nome do usuário logado no sistema
id = Comando para exibir os identificadores do usuário
cat /etc/passwd = Comando para exibir todos os usuários
userdel = Comando para remover um usuário = userdel (nome do usuário)
userdel -r = Comando para remover um usuário e a Pasta Pessoal do mesmo = userdel -r (nome do usuário)

Como Criar um Grupo e Gerenciar os Usuários
Grupos Permitem organizar os usuários e definir as permissões de acesso a arquivos e diretórios de forma mais fácil.
cat /etc/group = Comando para visualizar todos os grupos do sistema
groups = Comando para exibir todos os grupos de um usuário
addgroup = Comando para criar um grupo = addgroup (nome do grupo) Comando usado como administrador = sudo addgroup (nome do grupo)
adduser = Comando para adicionar um usuário a um grupo = adduser (nome usuário) (nome do grupo)
gpasswd -a = Comando para adicionar um usuário a um grupo = gpasswd -a (nome usuário) (nome do grupo)
gpasswd -d = Comando para remover um usuário de um grupo = gpasswd -d (nome usuário) (nome do grupo)
groupedel = Comando para remover um grupo

Como Gerenciar Permissões em Diretórios e o que é o modo octal
Permissões em arquivos e diretórios servem para restringir acessos como: leitura, escrita e execução
r = read (leitura)
w - write (escrita)
x - execution (execução)

Verificar Permissões em um diretório
ls -lh = Mostra informações detalhadas sobre a pasta atual e suas permissões
d = (diretório) , - = (arquivo)
rwxr-xr-x = (sequencia de 9 dígitos) sendo que a cada 3 dígitos são separados por grupo, é o símbolo (-) significa que não tem acesso
1º grupo (dono/usuário) = rwx (permissões de r / w / x)
2º grupo (grupo) = r-x (permissões de r / x ) (não permitido w)
3° grupo (outros) = r-x (permissões de r / x) (não permitido w)
chmod = Comando para mudar a permissão de um arquivo ou diretório

Modo Octal
A máscara octal é composta por números sob a base 8 ou seja de 0 a 7 onde:
O primeiro dígito representa o dono do ficheiro/diretório (u)
O segundo dígito representa o grupo (g)
O terceiro dígito representa os outros (o)
As permissões são especificadas para cada grupo
Atribuição de r (read) = 4
Atribuição de w (write) = 2
Atribuição de x (execution) = 1
Atribuição para não ter nenhuma permissão = 0

Comando chmod
Para colocar mais de uma situação ao arquivo/diretório, devemos somar os valores do grupo em que queremos alterar.
Usando o comando = chmod 700 (nome do arquivo.txt = Essa atribuição significa que somente o grupo 1 (dono/usuário) tem permissão para r/w/x (read, write, execution)
Usando o comando = chmod 100 (nome do arquivo.txt) = Essa atribuição significa que somente o grupo 1 (dono/usuário) tem permissão para executar
Usando o comando = chmod 755 (nome do arquivo.txt) =
Significa que o grupo 1 (dono/usuário) tem permissão r/w/x
Significa que o grupo 2 (grupo) tem permissão r/-/x
Significa que o grupo 3 (outro) tem permissão r/-/x

Capitulo 8 - Compactação, Descompactação e Arquivamento
Comandos gzip, zip e bzip2
Compactadores são programas que diminuem o tamanho de um arquivo ou diretório

Extensões:
As extensões identificam o tipo de um arquivo e o programa necessário para manipular o mesmo, dezenas de extensões identificam arquivos compactados, quando um arquivo é compactado, uma extensão é adicionada ao nome do arquivo.

Compactador Gzip:
gzip = Comando para compactar = gzip (nome do arquivo.txt)
gunzip = Comando para descompactar = gunzip (nome do arquivo.txt.gz)
gzip -9 = Comando para compactar com taxa máxima = gzip -9 (nome do arquivo.txt)

Compactador Zip:
zip arquivo.zip arquivo.txt = Comando para compactar = zip (nome do arquivo.zip) (nome do arquivo.txt) , pode colocar vários arquivos dentro de um único arquivo zipado
unzip arquivo.zip =Comando para descompactar = unzip (nome do arquivo.zip)

Compactador Bzip2:
bzip2 arquivo.txt = Comando para compactar = bzip2 (nome do arquivo.txt)
bzip2 -d arquivo.txt.bz2 = Comando para descompactar = bzip2 -d (nome do arquivo.txt.bz2)

Comandos rar e tar
Esse comando necessita ser instalado na sua primeira utilização
sudo apt install rar = Comando para instalar o rar
rar a arquivo.rar arquivo = Comando para compactar = rar a (nome do arquivo.rar) (nome do arquivo.txt)
rar -x arquivo.rar = Comando para descompactar = rar -x (nome do arquivo.rar)

Arquivadores:
Um arquivador junta vários arquivos em um só, mas pode ser usado em conjunto com um compactador para armazenar arquivos compactados;
tar -cf arquivo.tar arquivo.txt = Comando para arquivar = tar -cf (nome arquivo.tar) (nome arquivo.txt) (nome arquivo.txt)

Esse arquivo pode ser compactado por outros compactadores.
tar -xvf arquivo.tar = Comando para descompactar = tar -xvf (nome do arquivo.tar.gz)
Adicionar a opção -C (+ diretório) no final do comando, você consegue extrair esse arquivo para outra pasta = tar -xvf (nome arquivo.tar.gz) -C ~/Pasta

Capitulo 9 - Gerenciamento de Pacotes
Instalação, Atualização e Remoção de Pacotes
Pacotes:
Pacotes são programas colocados dentro de um arquivo identificados por sua extensão, e incluem arquivos necessários para a instalação de programa
Existem pacotes com extensão .deb , .rpm e outros

Gerenciadores:
Gerenciadores de pacotes são sistemas que possuem resolução automática de dependências entre pacotes, método fácil de instalação de pacotes

Gerenciador apt (nmap):
sudo apt install (pacote) = Comando para instalação
sudo apt upgrade (pacote) = Comando para atualizar um pacote
sudo apt remove (pacote) = Comando para remover um pacote

Atualização de Sistema e o comando dpkg
sudo apt update && apt upgrade = Comando para dar um update e um upgrade (comando deve ser feito no root)

Sites de Pacotes:
pkgs.org
rpm.pbone.net

Como instalar e remover pacotes do tipo .deb:
Entrar no site e baixar a versão do arquivo a ser instalado (.deb)
Acessar a pasta onde foi salvo o arquivo (Usando o Terminal)
sudo dpkg -i (nome do arquivo) = Comando para fazer a instalação
sudo dpkg -I (pacote.deb) = Comando para ver a descrição do pacote
sudo dpkf -r (nome do pacote) = Comando para remover o pacote do sistema - Lembrando que o nome do pacote e identificado no Package (docker-ce-cli)

Introdução ao Fedora
Fedora
Link para instalação: getfedora.org/pt_BR/
Versão Workstation = Versão para Desktop
Adicionar a ISO baixada na seu programa de máquina virtual

Comandos rpm e yum
Como instalar e remover pacotes do tipo .rpm:
Entrar no site e baixar a versão do arquivo a ser instalado (.rpm)
Acessar a pasta onde foi salvo o arquivo (Usando o Terminal)
sudo rpm -ivh --nodeps (nome do arquivo) = Comando para fazer a instalação

Como atualizar o pacote .rpm:
sudo rpm -U (nome do arquivo) = Comando para atualizar o pacote

Como remover o pacote .rpm:
sudo rpm -e (nome do arquivo) = Comando para remover o pacote

Como instalar o pacote do tipo .yum:
sudo yum install (nome do pacote) = Comando para fazer a instalação - Lembrando que aqui e o nome do pacote e não o nome do arquivo baixado, pois ele baixa e instala o pacote via Terminal

Como atualizar o pacote do tipo .yum:
sudo yum update (nome do pacote) = Comando para fazer a atualização

Como remover o pacote do tipo .yum:
sudo yum remove (nome do pacote) = Comando para remover o pacote
11
134

Comentários (12)

1
Joilson Silva

Joilson Silva

16/02/2021 11:17

Curso completo do LINUX do básico ao avançado.


GuiaFoca — Site Oficial do GuiaFoca


0
Maria Moura

Maria Moura

13/08/2021 03:58

Boa noite. Tenho já o ubuntu 21 instalado no note, mas para seguir a aula, resolvi criar a VM. Descobri que é incompatível! Deu todos os problemas com o note da Dell I3. Mas o seu material Anderon, como sempre, deu um show e ajudou bastante, pois copiei tudo antes e depois fui só assistindo a aula. Obrigada!

0
D

Daniel Santos

04/03/2021 19:26

Pessoal para usar o vmware preciso formatar minha maquina com sistema 64 bts

sera nao tem problema de usar o virtual box

0
D

Daniel Santos

04/03/2021 18:57

Olá pessoal estou com problemas meu sistema e 32 bts pois não consigo instalar o vmware player alguem pode ajudar .

0
Laiza Pimentel

Laiza Pimentel

04/03/2021 14:44

Legal

0
Jânio Junior

Jânio Junior

04/03/2021 13:30

Rapaz!! Eu tava fazendo isso aí mas vc está 10 passos na minha frente! Agilizou demais meu estudo muito obrigado mesmo!!

0
Alexandre Bandeira

Alexandre Bandeira

18/02/2021 13:49

Pergunta, essa vw roda no IOS ou só no Windows?

0
Alexandre Bandeira

Alexandre Bandeira

18/02/2021 13:48

Valeu Anderson!!! Obrigado

0
Marina Oliveira

Marina Oliveira

16/02/2021 20:51

obrigada pelo conteúdo!

0
I

Isaías Messias

16/02/2021 11:40

Grato colega pelo conteúdo.

Um ser humano buscando conhecimento e sucesso em sua vida profissional

Brasil