2

Introdução a preparação de ambientes para codificar com embarcados

#Linux
Janeth Sacari
Janeth Sacari

A programação, além de trazer soluções com softwares e apps, pode automatizar e resolver casos complexos com sistemas embarcados.

Vou resumir duas situações na qual podemos aplicar esses sistemas:

1 - Sistemas Embarcados como ambiente de desenvolvimento

Linux Embarcado na Construção de Sistemas Inteligentes e Conectados - André  Curvello

Além de computadores, é possível termos nosso ambiente de desenvolvimento de apps, como um sistema operacional com o Visual Studio Code, com uma placa de sistema embarcado com processamento para subir esse sistema como uma Raspeberry, Beagle Bone, etc


Podemos instalar um sistema operacional nessas placas, inicialmente instalando seus drivers de reconhecimento sempre que possível do site do fabricante. Podemos rodar um Debian, Ubuntu, Fedora e até algumas versões do Windows, por exemplo, e ter um ambiente com visual de desktop (visualmente mais amigável com janelas e menus de interação), ou o uso de terminal com comandos para navegar no sistema e começar a desenvolver são algumas opções.



De posse de seu arquivo imagem de sistema, é possível fazer a gravação dele em um cartão SD, seja por meio de aplicativos ou até de ferramentas do sistema mesmo, e inserir esse cartão na placa. A partir do sistema instalado, é so ir instalando suas ferramentas de desenvolvimento pelos famosos arquivos executáveis ou, no linux, pelo sudo apt install do terminal:


Visual code:


2 - Sistemas Embarcados como solução para a engenharia e a sociedade

Cadeira de rodas robótica sobe até escadas | Notícias | TechTudo


Outro modo de utilizar os embarcados e a programação juntas é implementando um projeto, tanto em questão de software como manipulação de hardware, para trazer soluções para a sociedade de forma geral.

Já para esse tipo de projeto, podemos empregar microcontroladores como o ARM, que dispõe de recursos para manipular saídas e aceita linguagens de programação como o C++.

Isso já entra em conceitos como Internet das Coisas, um conceito de automatizar tanto pela programação e eletrônica.


Esse foi apenas um artigo introdutório, sempre gostei bastante desse tema.

https://www.tableau.com/pt-br/learn/articles/internet-of-things-books

Uma boa fonte de informação são os livros, mas além deles aplicação e prática com pequenos projetos já é bem interessante. Na ausência de uma placa de embarcado, é possível treinar simulações. Um site que auxilia e chega mais próximo disso é este:

https://os.mbed.com/


Agradeço a atenção!

0
33

Comentários (0)

http://mecatronicaporjaneth.blogspot.com/p/blog-page_27.html

Brasil