0

HARD X SOFT X DEEP SKILLS

Luis Cabral
Luis Cabral


Fonte: BE&SK



O que a felicidade, compaixão, ética e honestidade têm a ver com uma empresa?


Para muitos a ética e a honestidade são delimitadas pela governança, que diz o que podemos e o que não podemos fazer. Mas a governança não diz o que devemos e o que não devemos fazer, como mostramos no artigo Governança corporativa não garante ética.


Em minha empresa, em primeiro lugar, eu analiso o Deep Skill, busco profissionais, com carácter, honestos, honrados, positivos, etc. Depois eu olho o soft skill, e por último o hard skill.


Para mim é muito importante estar rodeado de boas pessoas, sejam colaboradores, parceiros e até clientes.


Isso eu faço por opção pessoal, por convicção, por gestão da minha empresa e por egoísmo.


Sim, por egoísmo já que eu quero preservar a saúde do meu cérebro.


Nossa personalidade tem um componente biogênico, mas também tem uma parte que é sociogênica, que é influenciada pelo nosso ambiente, as pessoas ao nosso redor, os alimentos que ingerimos, nosso estilo de vida, enfim.


Por isso, eu quero distância de pessoas sem valores morais, não as quero em meu círculo de relacionamento, e em nenhum caso as quero em minha equipe ou em minha empresa.


Porque a cultura organizacional, o engajamento ao propósito, a forma de atuar no mercado de uma empresa dependem das pessoas que fazem parte da organização.


Por isso, uma empresa deve considerar o Deep skill na contratação, cuidar do Soft skill para o desenvolvimento do ser humano e melhoria dos resultados e valorizar o Hard skill para alcançar a excelência na entrega.

0
0

Comentários (1)

0
A

Angelica Gomes

30/06/2021 14:43

Boa tarde, tudo bem?

Analista de Infraestrutura e DevOps - Recife PE

Brasil