0

Entrevista técnica para candidatos: veja dicas de como se sair bem

Márcio Silva
Márcio Silva

A entrevista técnica não é um bicho de sete cabeças. Mas é preciso se planejar, pesquisar sobre a empresa e sobre a vaga, além de manter a tranquilidade. Então, veja neste post as perguntas mais comuns e o que os tech recruiters esperam ouvir de você.

Só para lembrar, a busca por DEVs continua grande no mercado. Ainda mais depois da pandemia. Com a maior procura por serviços on-line, as empresas tiveram que reforçar seus times de desenvolvimento.


1. Pesquise sobre a empresa

Começar a call com o (a) recrutador (a) sabendo detalhes da empresa é bem diferente do que ir para a entrevista de mãos vazias, não é mesmo? Isso porque a conversa pode começar tratando do atual cenário da empresa contratante. Nesse sentido, é bom estar munido de informações sobre a corporação e sobre o cenário onde ela atua.

2. Mantenha a calma

O nervosismo é como um visitante indesejado. Você não vê a hora daquela sensação incômoda passar. Por isso, na maior parte das vezes a pessoa desenvolvedora que está sendo submetida à entrevista técnica acaba falando pouco e não demonstrando seu conhecimento quando está angustiada.

Por isso, é necessário respirar fundo e se concentrar no momento, evitando dispersar sua atenção e acreditando no seu conhecimento técnico.

3. Seja sincero

O foco da entrevista técnica para candidatos é ver se você está alinhado com a vaga. Por conta disso, não se deve mentir ou omitir algum conhecimento (ou a falta dele) sobre uma determinada área.

Além disso, volta e meia surgem perguntas sobre como você lida com conflitos, com prazo apertado de entrega e os fracassos que você já registrou nos empregos anteriores.

O melhor jeito de responder a essas perguntas é reconhecer que tem limitações, mas afirmar que está trabalhando para buscar o equilíbrio.

4. Não tenho medo do silêncio

Sabe quando você está pensando em como dar uma resposta e fica aquele silêncio? Eles duram segundos, mas pesam como horas para você na sua entrevista técnica.

Porém, para o entrevistador o silêncio não faz tanta diferença assim. Aliás, ele indica que você é uma pessoa analítica e dedica real atenção à essa etapa da seleção.

Afinal você não precisa dominar várias linguagens, mas sim demonstrar à empresa que seu conhecimento em determinada área poderá ser aplicado para o bem dos negócios.

5. Tenha o brilho nos olhos

Ser apaixonado pelo que faz. Qual empresa não quer um colaborador assim na equipe? Enfim, um estudo da Universidade da Califórnia demonstrou que funcionários felizes são, em média, 31% mais produtivos e 3 vezes mais criativos que os colaboradores que estão sempre de cabeça baixa e mau humor.

6. Prepare-se para tudo

Pelo fato de ser uma entrevista técnica para candidatos, pode-se esperar vários tipos de iniciativas por parte do (a) recrutador (a) e da própria empresa.

Sendo assim, é interessante se informar com alguma pessoa que já participou do processo seletivo para lhe passar algumas dicas e macetes.

Contudo, é primordial ler os requisitos da vaga mais de uma vez para tentar identificar os pontos mais importantes que serão cobrados no processo seletivo dos novos talentos tech da empresa ou startup.

Saiba as perguntas mais comuns no recrutamento de developers

Na entrevista técnica e de perfil comportamental o (a) candidato (a), muitas vezes, passa por uma sabatina de questões. Nesse sentido, confira algumas perguntas que você deve enfrentar (ou já enfrentou):

  • Como você lida com conflitos?
  • Conte um fracasso e como você superou isso?
  • O que mais te orgulha de ter feito?
  • Como deve ser um bom líder?
  • Vamos programar comigo?
  • Qual solução você daria para… (determinado problema voltado à sua área)?
  • Qual é o seu processo para testar e encontrar bugs?
  • O que te deixa mais motivado na codificação?
  • Qual é o seu recurso favorito no nosso aplicativo?
  • Você se comunica bem com pessoas não técnicas, como clientes?
  • Quais condições você precisa para trabalhar da forma ideal?
  • Que pergunta você gostaria de fazer sobre nosso sistema ou empresa?

Além desses questionamentos, o candidato também pode ser convidado a apresentar um projeto para uma banca avaliadora. Nesse caso, é só confiar em tudo o que você já aprendeu e manter o equilíbrio emocional.

É bom ressaltar que cada empresa possui uma cultura e a maioria delas valoriza a busca constante pelo conhecimento. Isso porque melhorar naquilo que já é especialista é o melhor caminho. Se você já é especialista em JavaScript, por exemplo, fique atento em novos frameworks para não ficar parado.

Conclusão

Para concluir, a entrevista técnica para candidatos faz parte do processo seletivo da maioria das empresas e startups que levam a sério o recrutamento e seleção de talentos tech em seus times.

Portanto, ela é conduzida de modo a confirmar se a pessoa candidata possui o domínio da linguagem e basicamente como ela se comporta frente às situações de tensão e relacionamento em equipe.


Fonte: Adaptado de Coodesh



0
0

Comentários (2)

0
Márcio Silva

Márcio Silva

08/10/2021 15:26

Por nada Marcelo, aqui na DIO o lema é ajudar sempre.

0
M

Marcelo Mora

08/10/2021 13:34

Márcio, obrigado por compartilhar, dicas muito úteis.

Em formação na área de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.....

Brasil