1

Dia 19 : Vencendo a procrastinação e derrotando a inercia

#Marketing Pessoal #Marketing Digital #Soft Skill
Vagner Bellacosa
Vagner Bellacosa

Dia 19 - Qual foi o maior desafio que você enfrentou até hoje e escreva sobre ele



Salve jovem padawan, bem-vindo ao nosso Desafio 21 dias 21 artigos na Digital Innovation One, uma ótima maneira de ganhar XP e reputação em nossa comunidade. Evoluindo seus soft skills e compartilhando para mais de 600.000 devs, um pouco sobre ti e a jornada até aqui.



Se es novo por aqui, fique à vontade pergunte tudo e mais um pouco, afinal um parça ajuda a outro, como diz o velho deitado, uma mão lava a outra e as duas lavam... perdoem a piadinha infame, mas hoje estou muito bem-humorado.



E com grande orgulho que vejo nossa comunidade crescer, evoluindo em hard skills, compartilhando conhecimento e ajudando-se mutuamente, num pais pobre e com pouco recurso a educação. 



A DIO é um exemplo a ser seguido por outras empresas, incentivando pessoas do Oiapoque ao Chuí, independente de raça, credo, orientação sexual, orientação religiosa ou filiação partidária a estudarem, aprenderem de forma inclusiva, fácil para qualquer nível de conhecimento, onde cabe a ti, meu jovem padawan determinar a velocidade de aprendizagem e roteiro a ser seguindo.


Estou escrevendo o decimo-nono artigo de uma série de 21, estarei falando sobre o maior desafio que enfrentei e deixo meu testemunho, veras que a vida é uma inconstância, as vezes estamos em cima outra vezes ladeira abaixo, tais como modernos Sisifo, por isso não desanime e bora lá para o texto.


O meu maior desafio foi vencer a Procrastinação.



Saiba padawan quanto mais alto subires, mais alto ira aspirar, em alguns momentos perderas o medo e darás um salto maior que as pernas e as vezes a sorte sorrira e tudo dará certo, porém muitas vezes o negócio dará ruim e cairás tão rapidamente doloroso e o pior sem paraquedas.



Neste momento de azar, batera um desanimo uma tristeza lá no fundo do peito, pois ao dedicar energia em um projeto, acredito que estou a fazer corretamente, lutando o bom combate, espera-se a vitória, mas nem sempre é assim.



Nocauteado fui a lona e não quis mais me levantar, esperando o sinal da campainha de final de combate ou o juiz contar até 10. Parado ali olhando para trás e sem saber para onde ir, ou o que fazer, mas a vida não para e não podemos ficar indefinidamente assim. 



Por isso constantemente somos obrigados a levantar, doloridos e tristes, pois nem o juiz e nem a campainha vão salvar nosso couro, por isso sacuda a poeira e escolha um novo caminho vencendo a procrastinação e a inercia e de o primeiro passo na nova jornada.


Gratidão a DIO



Eu abandonei a informática em 2014, muitíssimo puto com as consultorias que vendem seu trabalho a preço de ouro, mas ficam com a fatia do leão, no passado a ganancia era absurda e para piorar o ônus do problema, sempre ficava com o lado mais fraco: o Programador, saiba padawan muitas consultoras são bem picaretas e algumas desonestas. Olho vivo e cuidado, nem tudo que reluz é ouro e muitas promessas não são cumpridas.



Me irrita profundamente, mas curiosamente muitas empresas na hora de contratarem pedem conhecimento do céu é do universo e mais além, mas na hora de pagar o justo salário, infelizmente querem pagar a uva mijona ou uns trocados e vinténs. Mas é uma coisa bizarra, pois quem está na linha de frente, segurando o rojão, se virando é o dev.



Sou muito orgulhoso como todo ítalo-brasileiro, por isso desbravei outras áreas no mercado de trabalho, avancei em projetos loucos, quase insanos fora da informática, aprendendo, evoluindo e quebrando a cara ao explorar atividades fora da minha zona de conforto, escaldado e enriquecido pela experiência aprendida, após uma longa reflexão resolvi voltar a informática.


Mas achava muito injusto pagar cursos caríssimos e depois ter que negociar esmolas com os Techs Recruiters, que vinham sempre com aquela conversinha mole, precisa estudar a tecnologia A ou B, investir em formação e na hora do salário ofereciam valores minúsculos bem vergonhosos, comparativos ao custo X benefício gasto em e na formação.



Se não entende o que falo, veja este pequeno exemplo, pense num Dev em SAP, para atingir o estado da arte na programação neste ERP, deve desembolsar no mínimo 80.000 reais, um valor muito mais alto que uma formação universitária e para piorar muitos contratantes, ainda exigem o nível superior completo, complicando a equação acresça o gasto com um veículo e as despesas para deslocar-se ao cliente, não se esqueça do dress-code afinal para um consultor a aparência conta e a vestimenta idem. 


Faço-te uma pergunta. Qual seria o salário justo? Estou errado em pensar assim?



Todos esses movimentos criam uma barreira a entrada e desmotivam qualquer profissional. Por isso meu coração bate forte e sinto um orgulho de fazer parte da comunidade DIGITAL INNOVATION ONE, onde centenas de pessoas compartilham seu conhecimento com centenas de milhares de padawans, numa troca de conhecimento similar há um agora, onde todos podem falar.


A DIO oferece cursos, treinamentos, desafios, aulas, em um ambiente acolhedor e inclusive, onde podemos aprender coisas novas, explorar novas tecnologias, vero que está acontecendo no mercado e como bônus existem diversos squads para evoluir dentro de uma área especifica.


Agora estou aqui, retribuindo a minha maneira, oferecendo historias e causos após uma carreira de 15 anos em mainframe e 10 em microinformática... 25 anos em computação que procuro passar em textos, alguns bacanas outros maçantes e não tão legais assim.


Meu desafio contra a inercia



Atualmente não tenho uma linguagem preferida, tenho aproveitado todas as trilhas oferecidas pela DIO, procurando meu habitat ideal, tenho estudado os bootcamps e acelerações com afinco, para preencher lacunas em baixa plataforma.


Sou um embaixador mainframe divulgando o COBOL e a alta plataforma para as novas gerações e lutando para conseguir cursos grátis no mainframe, para capacitar novos profissionais e manter vivo este ambiente.


Todos os dias luto contra a inercia e tento compartilhar meu conhecimento, incentivar pessoas desanimadas a continuarem, dar uma palavra amiga em alguma rede social. Gritando ao mundo, estamos aqui e aprendendo sempre.


Muito obrigado DIGITAL INNOVATION ONE



E obrigado a ti meu jovem padawan por estar aqui lendo estas palavras.



Conclusão


Encerrando este artigo, concluo afirmando que não é um trabalho concluso, todos os dias ao me levantar, luto contra a tentação de ligar a TV e maratonar alguma serie na Netflix, começar algum joguinho e não parar enquanto não atingir o top 10 do ranking.


Vencido a inercia, mergulho de cabeça no projeto aprender baixa plataforma no século XXI, ver as novidades, treinar e me preparar para o próximo salto. Então padawan não desanime, nem tudo é impossível, se empacar, pule para o próximo nível, ou descanse um pouco, com a cabeça fresca volte e termine.


Seja perseverante, o mercado é cruel e temos que ser tubarões para sobreviver no ramo da consultoria, lembro-me que um amigo e mestre jedi o Honda, dizia que a informática era uma área cruel, poucos conseguem iniciar a carreira e terminar nela. Hoje eu entendo essas palavras e fiquei fora bastante tempo. Mas agora o tiozão retornou, um jedi renegado, um ronin pronto para o combate. Que a força esteja contigo.


Espero ter ajudado ate o próximo artigo.


 Mais momento jabá, para distrair, visite meu vídeo e veja para onde fui desta vez: https://www.youtube.com/watch?v=IJJEUTSXH9Q


Bom curso a todos.


 https://www.linkedin.com/in/vagnerbellacosa/


 https://github.com/VagnerBellacosa/


Pode me dar uma ajudinha no YouTube?


 https://www.youtube.com/user/vagnerbellacosa

0
7

Comentários (2)

0
Vagner Bellacosa

Vagner Bellacosa

01/10/2021 17:33

Amigo Carlos, muito obrigado pelas palavras carinhosas, sucesso em sua jornada

1
CARLOS SILVA

CARLOS SILVA

30/09/2021 12:53

Vagner, parabéns!


Mais um artigo que agrega muito valor.


Já deixei minha avaliação.

Analista Programador dinossauro IBM Mainframe

Brasil