1

Cultura da Qualidade em Empresas de Tecnologia

Anderson Nunes
Anderson Nunes

Você já passou raiva ao preencher um formulário e na hora de salvar ele deu erro?

Ou já baixou um app que não funciona direito?


Isso ocorre porque muitas empresas ainda não adotaram o conceito da Cultura da Qualidade como parte de sua estratégia de negócios... 


Veja neste artigo o que é a Cultura da Qualidade e quais são os passos para implementá-la em sua empresa.

Boa leitura!



Você já se deparou com uma destas situações?


"O sistema caiu, bem na hora que estava terminando de preencher o formulário".

"Não consigo consultar essa informação agora porque o app está fora do ar".

"Esse site está com erros de programação, demorando para carregar as páginas".


Certamente sim. O pior, é que este tipo de problema se tornou algo tão comum para os usuários e programadores que muitos acabam aceitando isso como algo normal, que não pode ser evitado, gerando uma cultura de comodismo.


Mas, você já percebeu que quanto mais um problema se torna inevitável, mais tempo você leva para resolvê-lo?


Isso ocorre porque passamos a entender isso como aceitável, ou seja, passamos a entender que isso se tornou parte do nosso cotidiano, seja no ambiente de trabalho, na escola e até mesmo em nossas casas.


Atualmente, esta afirmação não faz o menor sentido, em especial num mercado competitivo onde as empresas precisam oferecer cada dia mais soluções que favorecem a experiência do usuário, tornando sua jornada de compra ou de busca por informações o mais agradável possível. A experiência do usuário é fator determinante para o sucesso do seu produto digital, seja ele um software, um aplicativo ou qualquer outro tipo de produto.


Uma das formas de realizar isso é estabelecer uma Cultura da Qualidade, que foque de forma prática na obrigatoriedade de realizar entregas de produtos e serviços com qualidade e em conformidade. Mas afinal de contas, o que é essa tal Cultura da Qualidade? Será que ela realmente é tão importante para as empresas? Vamos tentar esclarecer isso e descobrir juntos esta resposta.


O que é a Cultura da Qualidade?

Antes de começarmos a falar disso, é preciso compreender de forma mais ampla o contexto da palavra cultura. Quando pensamos neste termo e o utilizamos para falar de um país, sociedade ou civilização, imediatamente pensamos em normas, regras ou práticas específicas certo?


Da mesma forma, isso acontece com as empresas. A Cultura Organizacional inclui termos como valores, normas e condutas. Um erro muito comum é que muitas empresas não se preocupam em formar uma cultura e acabam apenas seguindo um ou outro conceito como estes citados. Muitas adotam em seus discursos missão, visão e valores, mas na prática muitas vezes nem sabem exatamente o que isso significa.


Como exemplo, podemos citar a questão da sustentabilidade, assunto comumente cobrado e valorizado por muitos clientes na hora de consumir um produto ou serviço. Existem diversas empresas no mercado que apesar de divulgar que são “amigas da natureza” e que agem de maneira sustentável, produzem muito plástico e embalagens não descartáveis, ou seja, é uma contradição tremenda porque o discurso é um, mas a prática é outra.


Essa situação também ocorre com a Cultura da Qualidade. Algumas empresas e gestores possuem um sistema de qualidade implementado, mas entregam apenas um produto ok, ou seja, em conformidade ou até mesmo abaixo desse padrão. Isso ocorre porque durante muito tempo a qualidade era associada apenas a padronizações, especificações técnicas e normas.


Antes, para atingir um determinado nível de qualidade de software, a empresa realizava testes de software e contava os erros, mas isso significa apenas uma pequena parte do processo. E estamos falando de empresas estruturadas, com uma equipe, um responsável por ela, mas que se encaixava apenas no final da esteira de desenvolvimento, após o produto ou feature estar em processo final de produção.


Hoje isso mudou... as expectativas dos clientes cresceram de forma exponencial, o que exige das empresas cada vez mais esforços para fidelizá-los. Isso fez com que gestores e suas equipes alinhassem o discurso com a prática, dando maior importância ao conceito de qualidade e o colocando em evidência.


Devido a isso, percebemos que dentro da Cultura da Qualidade não existe um time ou profissional único que se encarrega de garantir e assegurar a qualidade de um produto ou serviço. É preciso entender e mudar o mindset da empresa como um todo, desde a Equipe de Desenvolvimento, QA’s, Comercial, Customer Success até o presidente da companhia.


É um processo colaborativo, feito por todos de forma que todas as etapas de desenvolvimento de um software sejam realizadas de uma maneira que possa garantir um nível de qualidade crescente e integrada.


Desta forma, podemos resumir a Cultura da Qualidade como:

“Um conjunto de normas, valores e condutas onde a qualidade é parte inerente do processo e das práticas de desenvolvimento e está de maneira definitiva inserida na mentalidade de todas as pessoas envolvidas no processo”.


Isso faz com que a empresa enxergue a qualidade como algo essencial para a produção de um produto ou serviço, gerando assim o reconhecimento e a importância da Cultura da Qualidade.



Qual o nível de importância da Cultura da Qualidade para as empresas?


Com o mercado cada vez mais competitivo, as empresas que não se preocupam com a qualidade não desenvolvem uma vantagem competitiva, o que pode impedir o seu crescimento ou até mesmo não o tornar sustentável.


Um erro muito comum que ocorre com muitas empresas é investir em testes de qualidade com boas métricas no início e depois abandonar este processo em etapas seguintes como atualizações ou upgrades ou, pior ainda, ignorar por muitas vezes os resultados destes testes que identificaram falhas e colocar em produção produtos com bugs que já foram identificados e poderiam ter sido corrigidos.


Um outro problema recorrente ocorre quando as empresas fazem apenas manutenções corretivas (que ocorrem após um erro ter sido encontrado) ao invés de focar seus esforços nas manutenções preventivas (que ocorrem para descobrir erros antes dos usuários).


Estes comportamentos significam que a empresa claramente não conseguiu ainda estabelecer uma Cultura da Qualidade ou não se esforçaram o bastante para que ocorra essa transição, o que resulta em um resultado negativo que é rapidamente percebido em produtos digitais, traduzidos na insatisfação dos clientes e usuários e propagados através das redes sociais, avaliações de apps e em sites especializados em reclamações e isso pode ser a linha tênue entre o fracasso ou o sucesso de sua aplicação.


Ao desenvolver a Cultura da Qualidade podemos perceber os seguintes benefícios para o negócio destacados abaixo:


  • Aumento da produtividade – Se a preocupação com a qualidade já for algo consolidado, toda a equipe vai se preocupar em entregar o melhor resultado com os recursos disponíveis, o que reduz o retrabalho.


  • Melhora na Experiência do Cliente – Ao criar uma experiência positiva, isso faz com que o cliente se torne um multiplicador, um embaixador da sua marca, difundindo e divulgando de forma orgânica e espontânea sua marca.


  • Uma Equipe mais colaborativa – Uma Cultura da Qualidade permite aos times alinhar as expectativas e objetivos, criando um ambiente saudável para sugerir melhorias e inovações, permitindo o desenvolvimento de soluções mais eficientes.


  • Valor Agregado – Essa é uma arma poderosa, você precisa lembrar que existem produtos similares ao seu e por isso agregar valor com um processo que preza pela qualidade e que é testado desde o início do ciclo de desenvolvimento até sua fase final atesta que seu produto além de eficiente é confiável, o que produz boa aceitação e gera maior valor para o produto e para a marca como um todo.

 

Como criar uma Cultura da Qualidade em minha empresa?


O primeiro passo é contar com a colaboração e o apoio de todos. Não conseguimos estabelecer uma Cultura da Qualidade sem líderes e gestores envolvidos e acreditando no processo.

“Afinal o exemplo vem de cima e a conduta dos líderes e gestores em relação a isso é vista por todos, e isso é um fator determinante, por isso deve ser praticada. Aprendemos através do exemplo”.


Sem isso não existe a Cultura da Qualidade na sua empresa, é preciso inicialmente mudar o mindset em relação a isso. Para isso, é necessário tomar algumas providências como corrigir fluxos de trabalho, processo produtivo e até mesmo as ferramentas utilizadas.

Mas... isso não é um processo rápido e sim uma evolução.


Você não consegue chegar e mudar de uma hora para outra, é preciso preparar o terreno antes. Avise sua equipe, sobre as mudanças e teste pequenas alterações. Modifique aos poucos, em pequenas etapas e observe a reação das pessoas, os resultados e colete os feedbacks antes de seguir adiante.


“As pessoas gostam de ser informadas e quando isso acontece elas podem tomar melhores decisões”.


Este tipo de decisão é que irá ajudá-lo a estabelecer a Cultura da Qualidade. Não enxergue ferramentas, estratégias ou testes como um custo e sim como um investimento que precisa ser constante e contínuo em todas as etapas do processo. Isso fará com que sua empresa crie uma Cultura da Qualidade sólida, segura e de longo prazo e passe a inserir a qualidade como parte essencial do seu produto.


Veja o artigo original no meu Linkedin

1
5

Comentários (1)

Profissional em fase de transição de carreira. Mais de 10 anos de experiência em Design. Apaixonado por tecnologia, jogos e por aprender e compartilhar conhecimento.

Brasil