0

Burnout em Desenvolvedores - Como evitar?

M
Magdiel Almeida

Você já teve a sensação de "apagão" ao pensar no desenvolvimento de algum componente? Ao conversar, esquece com frequência algumas palavras no meio da frase? Ou ainda, se está estudando, sente que chegou em um ponto onde não consegue mais internalizar o conhecimento e fazer os exercícios propostos?


Se você respondeu "Sim" para pelo menos uma das perguntas acima, vale a pena continuar a ler este artigo. O cérebro humano é o maior dentre todas as espécies, com relação ao tamanho do crânio e a mente humana a única capaz de ser racional. Ela se desenvolveu até o presente desta forma: desafios, escassez, perigo, ameaças e até o risco de morte. Por isso, desenvolveu um mecanismo de auto-paralisia em suas capacidades, como um gatilho de segurança quando alguns limites operacionais são ultrapassados durante muito tempo e de maneira exaustiva, exatamente para se proteger.


Já reparou que, toda vez que você, focando muito na solução de um problema, sente que não consegue ver o que se mostra, em outro momento, algo óbvio e 'na frente dos seus olhos'? Muito bem, agora pense nisto por repetidas vezes, durante o dia, durante a semana, durante um mês, dois, seis, dez meses. Podemos perceber que há aí um desgaste. É exatamente disto que você precisa tomar muito cuidado.


O que eu posso fazer para suavizar e até 'relaxar a cabeça' para voltar e conseguir pensar melhor no meu código? A seguir, algumas dicas de o que você deve fazer para evitar a fadiga mental, que pode não só causar problemas no seu desempenho, mas até causar incapacidade temporária ou até definitiva, de atuar no mercado de trabalho.


1. Utilize a Metodologia Pomodoro

Durante seu trabalho e/ou estudos, a cada 30 minutos de trabalho, tire 5 minutos para fechar os olhos, tomar água e fazer qualquer outra coisa que goste, que tire você do foco. Chame isto de 1 ciclo. Completando 4 ciclos, tire 15 minutos para relaxar. Às vezes, menos é mais.


2. Pratique um esporte

Separe 1 hora do seu dia para praticar algum esporte que goste. Pode ser até mais de uma hora, caso possa. Pense algo dentro de suas limitações, caso as tenha. Seu corpo precisa de movimento, respiração, transpiração e luz do sol. Este ponto é extremamente importante, pois vai quebrar o padrão diário de comportamento e vai permitir que seu cérebro não entre em fadiga tão facilmente. Você pode ficar 12 horas em frente da sua máquina escrevendo um código cheio de bugs, ou pode passar metade disso com a mente descansada e escrever um código extremamente eficiente. Pense nisso.


3. Cuide de sua alimentação

Você exige do seu corpo, o corpo exige recursos que guarda em si para cumprir as ordens que você deu. Quanto melhor você der recursos para ele trabalhar, melhores resultados ele irá te entregar. Todos os nutrientes que você puder proporcionar a ele, sempre de maneira saudável, farão toda a diferença e refletirão na sua qualidade de vida, e por conseguinte, no seu código. Fuja do junk food. Coma mais frutas e verduras, são fontes de nutrientes puros e de qualidade alta. Não se esqueça de beber água: a proporção ideal por dia é 50ml de água para cada Kg de massa corpórea.


Espero ter contribuído com essas dicas para você não só ter uma qualidade de vida melhor, mas também conseguir entregar valor de uma forma muito mais eficiente nos seus projetos.


Se cuide!

0
0

Comentários (1)

0
Josué Oliveira

Josué Oliveira

20/07/2021 18:06

Hábitos e dicas simples que no mínimo pode melhorar sua qualidade de vida...o mínimo é isso. Em casos extremo, literalmente em logo prazo, leva tudo que você pensou em está realizando seus objetivos.

None

Brasil