1

A Programação & A Felicidade!

#Desperte o potencial
Emerson Ehing
Emerson Ehing

  As pessoas tendem a pensar que a felicidade é uma resposta emocional facilitada por um conjunto de circunstâncias, ao contrário de uma escolha e uma mudança de percepção, uma alteração de consciência. Que devemos estar ancorados em expectativas antes de sentir a felicidade. E o que isso tem a ver com programação? Pois bem, sei que muitos aqui estão apenas começando, sei que outros estão em busca de uma nova carreira e já outros ainda nem sabem o que querem, sendo assim, após algumas ponderações esta manhã sobre a busca pelo conhecimento e a busca pela felicidade, creio ter chegado à uma conclusão que só agora me parece óbvio, mas anteriormente estava encoberta por uma névoa de dúvidas e deduções erradas. Mas afinal, o que concluí?


  Primeiramente quero que voçê entenda que as pessoas tem uma noção muito errada do que seja a felicidade. Algumas pessoas acham que estar feliz é ter chego em algum lugar, em ter conquistado algo, em ter adquirido; mas a felicidade não é uma corrida de emoções positivas elucidadas por eventos aleatórios que afirmam o jeito que voçê pensa que as coisas deveriam ir. A felicidade, de um jeito bem clichê, é o caminho, não a chegada, é a conquista, não o beijo. Sim, tenho certeza voçê já ouviu isto antes mas nunca parou pra realmente para considerar se era fato ou ficção. Assim também é o conhecimento: aprender não é chegar no fim do livro, no final do video, no encerramento do curso. Aprender é o que voçê absorve dos preponentes que estão a lhe trazer conhecimento. É cada palavra do livro que te traz significado, é cada imagem e som do video que voçê realmente ouve e não apenas escuta, que voçê realmente enxerga e não apenas olha. É o preenchimento daquele vácuo entre saber e fazer movido pelo sentimento de ir além de si mesmo.


 Saber quem somos nos traz um senso de trajetória. Nos traz objetivos. Ainda assim investimos mais tempo em como somos percebidos pelos outros do que sendo nós mesmos. Por que voçê escolheu trabalhar com tecnologia? Voçê já respondeu com sinceridade esta pergunta para si mesmo? É a mesma resposta que voçê daria a outra pessoa que perguntasse?


 Ser feliz é compartilhar seu bem estar, suas alegrias com os outros. Ser um programador é compartilhar suas idéias, seus códigos, seu conhecimento com seus colegas e até mesmo estranhos. Quando virar engenheiro de software lembre-se: uma estrutura sem essência, é apenas uma casa vazia. Não deixe para começar a programar após você achar que já está pronto para tal. Começe agora.


 A felicidade não é doce, não é confortável, nem o é a busca pelo conhecimento. Ninguém quer acreditar que a felicidade possa ser uma escolha, por que isso nos põe em uma situação na qual jogamos a responsabilidade do resultado sobre nós mesmos. As pessoas gostam de familiaridade, rotina e geralmente conforto. Muitos programadores não vão além da própria mediocridade pois preferem o conforto do que já sabem do que a vulnerabilidade do que ainda não sabem. Se voçê ainda duvida de si mesmo, significa que ainda está apto a crescer. Se ainda há dúvidas em sua mente, significa que voçê ainda está andando para frente. Se voçê pode olhar para os seus desafios atuais e compará-los com as outras experiências que voçê achou que nunca iria superar, voçê pode reafirmar a si mesmo através de sua própria experiência. A programação não ficou mais fácil, voçê quem ficou mais esperto. Aquelas linhas de código que antes pareciam um conjunto de letras embaralhadas agora se transformaram em um poema, e o poeta é voçê.


 Pra finalizar, posso afirmar que existem diversos tipos de felicidade, e cada pessoa experimenta de forma diferente cada tipo, assim como existem diversas formas de adquirir conhecimento, e nenhuma é mais válida que a outro, poi afinal, o importante é aprendermos, o importante é sermos felizes.


  • Não deixe de comentar = O que é a felicidade para você? Você se sente feliz programando? Qual a forma de adquirir conhecimento que você melhor se adaptou? Quando você está triste, qual é o seu desempenho no trabalho?
2
737

Comentários (2)

0
Emerson Ehing

Emerson Ehing

23/03/2021 20:54

Obrigado pelo comentário Flávio!


Cara, a pessoa estar em paz consigo mesmo e o mundo não tem preço, né? Poder dormir tranquilamente concerteza é uma forma de felicidade da qual muitos esqueçem de valorizar. O sossego no espírito, a leveza da alma, as vezes estamos tão encralacados na nossa realidade física,que esqueçemos que um bon sono não serve apenas para descansar nosso física, mas também para regenerar nosso espírito e energizar nossas mentes.


Um Abraço...

0
Flávio Silva

Flávio Silva

23/03/2021 10:33

Olá @Emerson, obrigado pela contribuição.


Para mim felicidade é quando eu vou me deitar e minha cabeça não esta em outro lugar rs.


Parece simples mas quando nos vamos deitar para dormir (ou tentar) e a cabeça esta a mil por hora é horrível.


Sei que para chegar nesse momento onde terminamos o dia e a cabeça esta bem não é tão simples assim. Mas eu tento hoje, focar no presente, fazendo uma coisa por vez, e não pensar demais em tudo.


Abs.


Flávio Silva

None