2

A Importância da Autoanálise

Aline Sampaio
Aline Sampaio

Um novo ano está para começar e com ele vemos muitas pessoas ansiosas em reavaliar o ano que passou, criar metas e elaborar planos de ação para que seus objetivos sejam alcançados. Porém, se você faz parte do imenso grupo de pessoas que não tem o hábito de se organizar ou se mesmo em posse de objetivos claros possui dificuldade em concretizá-los, isto talvez aconteça porque você não se conheça muito bem.

Normalmente a ideia de auto conhecimento está interligada com a criação dos nossos objetivos, onde uma análise pontual e momentânea dos valores individuais, fraquezas, habilidades entre outras competências nos fornece um parâmetro para começar a desenvolver nossos propósitos pessoais.

O problema deste tipo de pensamento se encontra na base. Normalmente a auto análise é feita por uma série de perguntas que são respondidas partindo de uma auto observação momentânea sobre vários aspectos da nossa vida pessoal, o que pode gerar respostas enviesadas. Um exemplo: se você é uma pessoa noturna e por isso dorme tarde mas sua rotina exige que você acorde cedo você vai levantar sempre indisposto, isso pode gerar uma falsa percepção de que você é uma pessoa preguiçosa o que gera uma perspectiva errada no momento da auto avaliação.

A questão é que a auto análise vai ser tão assertiva tanto quanto mais dados você tiver sobre si mesmo, ou seja, passar um tempo registrando a sua rotina mas sem mudar nada nela pode ser mais eficiente do que responder a dezenas de questionários sobre sua personalidade ou sobre seu nível de satisfação em diversas áreas da sua vida.

Logo se você quer saber o que é importante para você é só fazer um ranking com o que você mais gastou horas na sua semana se dedicando no seu tempo livre ou perceber aquilo que você sempre coloca como prioridade no seu dia a dia. A questão é que muitas vezes só conseguimos perceber essas coisas ao tomar notas delas.

Neste contexto aplicativos de rastreamento de tempo podem ajudar bastante ou fazer uma lista com as tarefas que você fez efetivamente no dia, colocando ao lado uma estimativa do tempo da duração de cada tarefa. Aplicativos que analisam o tempo despendido em aplicações aberta no seu celular também auxiliam em gerar dados para essa auto análise.

Muitas vezes nem percebemos o quanto as atividades domésticas, como lavar roupa, fazer compras, limpar a casa, cozinhar entre outros, consomem o nosso tempo porque normalmente só colocamos como tarefas efetivas os compromissos assumidos com outras pessoas ou que envolvem um deslocamento para um outro lugar.

Desta forma coloque em seu rastreador de rotina todas as atividades que consumam no mínimo 1 hora do seu dia. É importante, também, dar destaque especial para aqueles hábitos que você planeja mudar, por exemplo, se você pretende acordar mais cedo começa rastreando por pelo menos uma semana seus hábitos normais de sono assim você vai adquirir informações valiosas como: quantos horas por dia você dorme naturalmente, se possui o hábito de acordar no meio da noite e quantas horas mínimas de sono você precisa para acordar bem disposto.

Indico você passar de 3 a 12 semanas somente anotando sua rotina e a partir da avaliação dos dados gerados você vai conseguir aplicar com mais assertividade as ferramentas de produtividade, pois você vai conseguir notar quais são os comportamentos que não se alinham com os seu objetivos e como você pode fazer para mudá-los.

E lembre-se, muitas vezes, quando não temos objetivos claro e não trabalhamos em prol deles a vida não entra em suspensão, você continua seguindo um caminho errático que pode ter sido apontado por outras pessoas. Fazer uma auto análise te ajuda a perceber a quem esta vida pertence.


1
35

Comentários (1)

0
Manoel Neto

Manoel Neto

31/12/2020 13:48

Que artigo show! Muito interessante e inteligente.

None

Brasil